Notícias » Arqueologia

Espécie humana chegou ao Oeste Europeu 5 mil anos antes do que se imaginava, diz estudo

Descoberta atiça reflexão científica a respeito da relação entre humanos e Neandertais

Ingredi Brunato Publicado em 28/09/2020, às 18h00

Fotografia de ferramentas descobertas em Portugal.
Fotografia de ferramentas descobertas em Portugal. - Divulgação/ Jonathan Haws

De acordo com uma nova pesquisa publicada no Proceedings of the National Academy of Sciences, as populações humanas chegaram à porção ocidental da Europa 5 mil anos antes do que se acreditava anteriormente. As informações foram apuradas pelo Phys Org.

A conclusão foi atingida pelos cientistas após a descoberta de ferramentas de pedra de 41mil anos atrás na Caverna Lapa do Picadeiro, em Portugal, assim como outros achados similares na Rússia e na Eurásia.

Antes, o consenso científico era de que eram os Neandertais que ocupavam essa região durante o período. Após as contribuições do novo estudo, é possível se aprofundar na investigação da possível interação da espécie humana e espécie neandertal, até como forma de entender se os humanos modernos foram responsáveis pelo desaparecimento desses últimos.  

"A questão de se os últimos Neandertais sobreviventes na Europa foram substituídos ou assimilados por humanos modernos é um problema antigo e não resolvido na paleoantropologia", comentou Lukas Friedl, que é antropólogo da Universidade de West Bohemia em Pilsen, e também o co-líder do projeto.