Notícias » Chile

Espécie peculiar de sapo é vista novamente depois de 80 anos

O caso aconteceu no Chile e agora especialistas trabalham para conservar o habitat natural do anfíbio. Confira o vídeo!

Penélope Coelho Publicado em 28/09/2020, às 09h40

Imagem meramente ilustrativa de um sapo
Imagem meramente ilustrativa de um sapo - Pixabay

Conhecido pelo nome de sapo aquático de Hall, esse anfíbio foi descoberto pelo pesquisador norte-americano Frank Gregory Hall, em 1930, no deserto do Atacama, Chile, contudo, a espécie havia sido vista pela última vez há cerca de 80 anos. Porém, esse cenário mudou recentemente após cientistas chilenos ‘redescobrirem’ o sapo.  

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, publicadas pelo portal UOL, os especialistas estão trabalhando para que o habitat natural do anfíbio seja preservado, isso acontece já que a região do norte do Chile — onde o animal foi encontrado — está cada vez mais industrializada.

"Esses animais são aquáticos. Em apenas cinco minutos fora da água, eles morrem", afirmou César Cuevas, pesquisador da Universidade Católica de Temuco, em entrevista para a Reuters.

De acordo com o especialista, o sapo aquático de Hall gerou uma corrida entre os cientistas locais para entender se a espécie que havia sido caracterizada como ‘fantasma’ — por ficar tantos anos desaparecida — era a mesma registrada por Frank Gregory Hall. O que por fim, foi verdadeiramente confirmado.

Atualmente, os especialistas trabalham na comparação da taxonomia do bicho redescoberto, com os outros sapos da região, a fim de entenderem quão raro e diferente é o sapo aquático de Hall.

Confira o vídeo publicado pela Reuters.