Notícias » Ciência

Espécies de papagaio estão sendo levadas à extinção apesar de políticas de proteção, diz estudo

O estudo reuniu ecologistas da Universidade Nacional da Austrália e da Universidade Nacional de Córdoba, na Argentina

Giovanna Gomes, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 19/01/2021, às 09h32

Filhotes de papagaio
Filhotes de papagaio - Divulgação/Difficult Bird Research Group

Uma pesquisa publicada na revista Global Change Biology revelou um dado alarmante. Isso porque espécies de papagaios estão sendo levadas à extinção devido à destruição de seu habitat causada pela expansão da agricultura e pela exploração madeireira.

O estudo, que reuniu ecologistas da Universidade Nacional da Austrália e da Universidade Nacional de Córdoba, na Argentina, chegou à conclusão de que as políticas de proteção às aves não têm impedido o desaparecimento progressivo. As informações são do site Phys.org.

De acordo com o co-autor da pesquisa, George Olah, "em uma avaliação global anterior de papagaios com cientistas da BirdLife International, mostramos que eles estão entre as ordens de aves mais ameaçadas, com maior risco de extinção se comparado a outros grupos."

O estudo prevê que as florestas temperadas da Austrália, onde se concentra grande parte das espécies de papagaios em extinção, possuem tendência de serem ainda mais degradadas pela ação do ser humano.

"Previmos que a expansão agrícola terá um efeito negativo adicional sobre o estado de conservação dos papagaios, levando muitas de suas espécies à beira da extinção em um futuro próximo", disse Javier Nori.

A pesquisa ainda prevê um destino preocupante para os papagaios tanto do sudeste da Austrália quanto dos Andes.

“Mostramos que o grupo de papagaios mais ameaçado é o menos representado em áreas protegidas globalmente e também localmente em cada região. Esta é uma prova adicional da ineficiência das áreas protegidas na salvaguarda da diversidade global de aves," declarou Nori.

Leia o estudo completo aqui.