Notícias » Arqueologia

Esqueleto de 5 mil anos revela dieta e possível causa da morte de mulher na Alemanha

Apelidada de ‘Senhora de Bietikow’, ela viveu durante o mesmo período que Ötzi, o famoso Homem de Gelo

Isabela Barreiros Publicado em 09/11/2020, às 13h00 - Atualizado às 14h28

O esqueleto da ‘Senhora de Bietikow’
O esqueleto da ‘Senhora de Bietikow’ - Divulgação - Philipp Roskoschinski/Archaeros

Com a descoberta de um esqueleto na Alemanha, cientistas passaram a analisar os restos mortais de uma mulher que viveu há pelo menos 5 mil anos, durante o mesmo período que Ötzi, o famoso Homem de Gelo. As pesquisas revelaram a dieta do indivíduo a partir do exame de seus dentes.

Segundo a antropóloga Bettina Jungklaus, a análise realizada na arcada dentária demonstrou que os dentes da mulher estavam extremamente gastos. Ela disse que “normalmente existe esmalte na superfície dos dentes, mas aqui está muito gasto, mastigado”.

“Isso nos permite tirar conclusões sobre sua dieta: provavelmente era muito rica em fibras, muito dura. Existem certos grãos que fazem com que os dentes se desgastem facilmente”, explicou a pesquisadora.

Embora não tenha se encontrado muito da mulher, apenas alguns ossos e fragmentos de roupa, ainda foi possível descobrir informações importantes sobre ela. Apelidada de ‘Senhora de Bietikow’, morreu entre os seus 30 e 45 anos há mais de 5 mil anos, durante o Neolítico.

O esqueleto foi enterrado agachado, o que era uma forma comum de sepultamento na região. Naquele período, os humanos também estavam começando a comer grãos, como foi possível verificar na dentição da mulher, mas isso acabou piorando a saúde das pessoas.

Agora, falta saber se essa condição nos dentes da Senhora de Bietikow foi a principal causa de sua morte, levando a uma infecção dentária fatal, ou se ainda era uma doença com a qual ela tinha que viver.