Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Napoleão Bonaparte

Esqueletos de soldados que morreram na última batalha de Napoleão são encontrados

Mais lidas: Restos humanos raríssimos que remontam da Batalha de Waterloo foram desenterrados na Bélgica

Redação Publicado em 13/07/2022, às 12h58 - Atualizado em 17/07/2022, às 16h00

Esqueleto revelado da Batalha de Waterloo - Divulgação/Chris Van Houts/Waterloo Uncovered
Esqueleto revelado da Batalha de Waterloo - Divulgação/Chris Van Houts/Waterloo Uncovered

Arqueólogos desenterraram esqueletos de soldados que morreram durante Batalha de Waterloo, na Bélgica, em 1815, considerada a última batalha do general francês Napoleão Bonaparte.

As escavações, que foram retomadas no campo de batalha napoleônico em 2019 e devem acontecer até 15 de julho, revelaram restos humanos e de cavalos, consideradas descobertas “incrivelmente raras” pelos especialistas.

Ossos de soldados mortos na batalha / Crédito: Divulgação/Chris Van Houts/Waterloo Uncovered

Para o professor Tony Pollard, diretor do Centro de Arqueologia do Campo de Batalha da Universidade de Glasgow e da instituição de caridade Waterloo Uncovered, "não chegaremos mais perto da dura realidade de Waterloo do que isso".

"Sou arqueólogo de campo de batalha há 20 anos e nunca vi nada parecido", acrescentou à BBC News. 

Entre os vestígios encontrados no local onde Napoleão foi derrotado por forças lideradas pelos britânicos, estão restos de três membros amputados de soldados. As descobertas foram feitas na fazenda Mont-Saint-Jean, onde estava o principal hospital de campanha do duque de Wellington durante a batalha.

Pesquisas não param

Uma pesquisa publicada na revista científica Journal of Conflict Archaeology no último mês sugeriu que os corpos deixados pela Batalha de Waterloo, terminaram sendo vendidos para serem usados na fabricação de fertilizantes.

A hipótese surge em meio ao fato de que escavações feitas no local onde se deu o conflito não revelaram muitos restos mortais ao longo dos últimos dois séculos. Desde então, especialistas buscam evidências para o que pode ter ocorrido com os cerca de 29 mil soldados mortos no campo de batalha.

Entenda mais sobre essa teoria por meio da reportagem do site Aventuras na História.