Notícias » Afeganistão

Estado Islâmico assume responsabilidade por explosões em Cabul

Mais de 100 pessoas perderam a vida em decorrência do atentado na capital do Afeganistão

Penélope Coelho Publicado em 27/08/2021, às 11h40

Aeroporto de Cabul, em 21 de agosto de 2021
Aeroporto de Cabul, em 21 de agosto de 2021 - Getty Images

De acordo com informações publicadas na manhã desta sexta-feira, 27, pelo jornal EL País, o Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria dos recentes ataques realizados nas proximidades do aeroporto de Cabul, no Afeganistão.

Segundo revelado na publicação, a informação foi confirmada através da conta oficial do grupo no aplicativo Telegram.

O EI divulgou por meio de um comunicado publicado por sua agência de propaganda, que se orgulha do fato de que um de seus aliados tenha conseguido “ativar seu cinturão de explosivos” perto de um grupo de combatentes norte-americanos.

Em entrevista coletiva, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, garantiu que o atentado terá uma resposta: “Não vamos perdoar e não vamos esquecer isso. Vamos caçá-los e vamos fazê-los pagar por isso”, disse o democrata.

De acordo com as últimas informações sobre o caso, divulgadas pela agência de notícias AFP, o número de mortes em decorrência das explosões subiu para 108. Entre as vítimas fatais estão 13 soldados norte-americanos.

Muitos afegãos ainda se reúnem nas proximidades do aeroporto da capital, na desesperada tentativa de sair do país, o que pode acontecer até o dia 31 de agosto. O Afeganistão vive momentos de caos após o grupo extremista Talibã tomar o poder do local, depois de 20 anos.