Notícias » Estados Unidos

Estados Unidos está entre as ‘democracias em retrocesso’ pela primeira vez, revela estudo

Lista da International IDEA já incluía Brasil

Isabela Barreiros Publicado em 22/11/2021, às 08h06

O ex-presidente dos EUA, Donald Trump em 2015
O ex-presidente dos EUA, Donald Trump em 2015 - Getty Images

Os Estados Unidos estão na lista das “democracias em retrocesso” pela primeira vez, uma tendência que teria se iniciado pelo menos em 2019, de acordo com um estudo da International IDEA, que elabora informes sobre as democracias do mundo.

De acordo com o relatório, “uma virada histórica ocorreu em 2020/2021, quando o ex-presidente Donald Trump questionou a legitimidade dos resultados das eleições de 2020 nos Estados Unidos.”

Isso fez com que, neste ano, os Estados Unidos registrassem o retrocesso pela primeira vez, embora continuem sendo uma “democracia de alto desempenho”, segundo o co-autor da pesquisa, Alexander Hudson.

“No entanto, os declínios nas liberdades civis e verificações no governo indicam que há sérios problemas com os fundamentos da democracia”, afirma Hudson, segundo o jornal britânico The Guardian.

Outro ponto destacado foi um “declínio na qualidade da liberdade de associação e reunião durante o verão dos protestos em 2020” com o assassinato de George Floyd pela polícia americana.

A lista da organização International IDEA é atualizada todos os anos e já contava com países como Índia, Brasil, Filipinas, Polônia e Hungria. Neste ano, a Eslovênia também foi adicionada.

O indicador é feito a partir de três categorias: democracias (inclusive as “em retrocesso”), governos “híbridos” e regimes autoritários. Atualmente, mais de duas em cada três pessoas vivem em regimes autoritários ou híbridos, e mais de uma em cada quatro está em uma democracia retrógrada.