Notícias » Política

"Estamos preparados para o pior", diz Kremlin sobre possível nova Guerra Fria

Em uma videoconferência, o diplomata russo Dmitry Peskov comentou sobre as polêmicas envolvendo Putin e Biden

Giovanna Gomes, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 20/03/2021, às 12h18

Vladimir Putin e Joe Biden
Vladimir Putin e Joe Biden - Wikimedia Commons

Os recentes conflitos entre os Estados Unidos e a Rússia, protagonizados pelos presidentes Joe Biden e Vladimir Putin, tem desestabilizado a política entre os dois países e gerado questionamentos sobre a possibilidade de uma nova Guerra Fria.

Segundo o UOL, quando o diplomata russo Dmitry Peskov, foi indagado sobre o tema durante uma videoconferência realizada na última sexta-feira, 19, a resposta foi a de que Moscou sempre espera o melhor, porém se prepara para o pior. 

"Nós, é claro, sempre esperamos o melhor, mas sempre estamos preparados para o pior. No que diz respeito à Rússia, o presidente Putin expressou claramente seu desejo de manter os laços...", disse Peskov.

"Mas, é claro, não podemos levar em conta os comentários de Biden," referindo-se ao fato do americano ter declarado que considera o líder russo um assassino, além de acusá-lo de interferir nas últimas eleições dos EUA. 

Peskov ainda relembrou o convite de Putin a Biden para realizar uma reunião virtual e afirmou que a oferta continua de pé, mas por um tempo determinado. "Putin disse que, apesar de tudo, não faz sentido ter uma diplomacia de megafone e trocar farpas. Existe um motivo para se manter as relações", declarou.