Notícias » Estados Unidos

Estátua de George Floyd é alvo de vandalismo por parte de grupo neonazista

O monumento — que foi instalado recentemente em Nova York — amanheceu coberto de tinta preta e com a escrita do grupo extremista

Penélope Coelho Publicado em 25/06/2021, às 09h10

Inauguração da estátua em homenagem a George Floyd, em Nova York
Inauguração da estátua em homenagem a George Floyd, em Nova York - Getty Images

De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira, 25, pelo portal de notícias G1, um ato de vandalismo chamou a atenção em Nova York.

Segundo revelado na publicação, nesta sexta-feira, 25, descobriu-se que o nome de um pequeno grupo neonazista foi pichado na noite anterior, em uma estátua feita em homenagem a George Floyd.

A estátua de George amanheceu coberta de tinta preta e o nome do grupo de extrema direita foi escrito no busto. O monumento havia sido instalado recentemente, no último sábado, 19, no bairro do Brooklyn.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, afirmou que todas as providências estão sendo tomadas, a fim de que os responsáveis pelo vandalismo sofram as consequências de seus atos. "Vamos levar esses covardes à Justiça", afirmou o político.

Em maio de 2020, o ex-segurança negro foi morto asfixiado, por Derek Chavin, um policial branco. O caso ocorreu em Mineápolis, Estados Unidos. A morte de Floyd gerou protestos antirracistas em seu país e em todo mundo.

O vandalismo no monumento acontece justamente na véspera do veredito para o ex-policial, que pode pegar até 40 anos de prisão, caso seja considerado culpado em todas as três acusações do caso.