Notícias » Moda

Estilista das estrelas, Alexander Wang é acusado de agressão sexual em local público

Responsável por vestir renomados artistas internacionais, outros 11 homens já protocolaram ações contra designer de moda

Wallacy Ferrari Publicado em 24/02/2021, às 13h14

Alexander Wang durante conferência em 2018
Alexander Wang durante conferência em 2018 - Wikimedia Commons

O estilista norte-americano Alexander Wang, responsável por vestir celebridades como a família Kardashian e a cantora Dua Lipa, foi acusado de abuso sexual por um estudante do colégio de moda frequentado pelo artista.

Keaton Bullen tem 21 anos e afirmou à BBC que foi vítima de conduta imprópria de Wang após ser reconhecido em uma balada no ano de 2019.

O estudante relatou que abordou o estilista para contar que estudava na mesma escola onde o artista se formou, sendo positivamente correspondido e convidado para o camarote de Wang.

Ao chegar na área, o estilista teria aberto o zíper na calça do rapaz e agarrado suas partes íntimas em frente a outros frequentadores: "Eu me senti estranho... e me afastei da situação o mais rápido possível", contou Bullen ao jornal britânico.

Não é a primeira vez que Wang é acusado de má conduta sexual; atualmente, a advogada Lisa Bloom representa 11 homens com acusações de improbidade contra o estilista com ações semelhantes em todos os casos — apalpando homens em locais públicos e estabelecimentos direcionados ao público LGBT.

A defesa do artista respondeu a BBC afirmando que as alegações eram "infundadas e grotescamente falsas" e disse que "responsabilizaria" os responsáveis ​​por divulgá-las.

O advogado de defesa Paul Tweed ainda acrescentou que buscará filmagens do circuito interno da casa noturna para refutar a alegação.