Notícias » Arqueologia

Estruturas de icônico palácio milenar são descobertas na China

Relíquias da arquitetura da Dinastia Tang foram encontradas por arqueólogos locais

Isabela Barreiros Publicado em 28/09/2020, às 13h29

Local do Palácio Huaqing, na China
Local do Palácio Huaqing, na China - Divulgação/CGTN

Escavações realizadas desde 2018 até atualmente revelaram, nesta semana, estruturas de um importante palácio na província de Shaanxi, no noroeste da China. Arqueólogos locais encontraram relíquias da arquitetura do Palácio Huaqing, uma das principais mansões imperiais do país.

Crédito: Divulgação/CGTN

 

Na montanha Lishan da cidade de Xi'an, foram descobertos pedaços do palacete que servia como monumento à Dinastia Tang, que reinou entre os anos de 618 e 907. As construções encontradas consistiam principalmente no pavilhão principal, bangalôs e degraus anexados à estrutura principal.

O Pavilhão Chaoyuan, como era conhecido, foi construído sob um terraço de seis metros de taipa, seguindo os princípios e técnicas de construções mais desenvolvidas que existiam na época. O local possui ao menos cinco partes principais, com funções específicas que ainda estão sendo estudadas pelos pesquisadores.

Crédito: Divulgação/CGTN

 

Em relação à história do palácio, ele foi construído com o intuito de adoração a um antigo filósofo chinês, Laozi, que também foi o fundador do Taoísmo. Além disso, o local também foi utilizado pelo próprio imperador Xuanzong, que chegou a passar meses em Huaqing, desde 742 d.C.