Notícias » Europa

Estudante irlandês de 12 anos descobre possível barco do período Neolítico

A equipe de arqueologia do governo irlandês levou a embarcação para análise e acredita que o artefato tem mais de 4 mil anos

Wallacy Ferrari Publicado em 10/06/2020, às 13h12

O jovem, no momento da descoberta (à esq.) e após o resgate (à dir.)
O jovem, no momento da descoberta (à esq.) e após o resgate (à dir.) - Divulgação/Mick McCormack

Enquanto remava em um lago próximo de sua residência, o estudante Cathal McDonagh, 12, avistou um estranho objeto boiando na água. Após se aproximar, o jovem percebeu que se tratava de algo inanimado e arrastou o mesmo com o auxílio de familiares. Quando a descoberta chegou ao solo, foi possível identificar que era um barco de madeira em ótimo estado de conservação.

Medindo 5 metros entre a ponta dianteira e traseira e 70 cm de largura, os familiares tiraram fotografias do barco e enviaram para autoridades locais, acreditando que uma pessoa poderia ter desaparecido a bordo do mesmo.

Para a surpresa de todos, a Unidade de Arqueologia Subaquática do Departamento de Cultura da Irlanda explicou que o objeto era um tesouro e que pode ter mais de 4 mil anos.

Com o auxílio de familiares, o jovem arrasta o barco do lago / Crédito: Mick McCormack

 

Inicialmente, as autoridades mandaram a família devolver o barco ao lago, porém, com a descoberta do setor arqueológico, a embarcação foi recolhida para análise e o local será averiguado pela possibilidade de localização de mais artefatos relacionados ao barco.

De acordo com o The Independent, existe a possibilidade de o barco ter sido confeccionado no período Neolítico. A descoberta está sendo relacionada com outra recente canoa encontrada no rio Boyne, na Irlanda, em 2018, datada em 5 mil anos atrás.