Notícias » Coronavírus

Estudo preliminar mostra que CoronaVac é eficaz contra casos graves causados pela variante delta

Outras vacinas de vírus inativado usadas na China também mostraram bons resultados na pesquisa

Redação Publicado em 18/08/2021, às 09h38

Imagem ilustrativa da vacina CoronaVac
Imagem ilustrativa da vacina CoronaVac - Getty Images

De acordo com informações do portal de notícias G1, publicadas na última terça-feira, 17, um estudo preliminar divulgado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) da China, revelou que pelo menos quatro vacinas contra a Covid-19 de vírus inativado, são eficazes contra casos graves do vírus causados pela variante delta.

Segundo o estudo, a vacina CoronaVac, amplamente aplicada no Brasil, foi uma das que apresentaram eficácia comprovada no “mundo real”. Isso significa que foram analisados casos reais da variante delta, em um surto que atingiu a região de Guangdong, na China, entre maio e junho deste ano.

1,7 mil pacientes do estudo já haviam tomado as duas doses de vacinas como a da Sinopharm, Biokangtai e CoronaVac. Enquanto 5 mil não haviam se vacinado e 4 mil tomaram somente a primeira dose.

Os resultados mostraram que no caso de pacientes vacinados, os imunizantes usados na China criaram uma proteção de até 77,7% para casos de pneumonia provocadas pelo coronavírus e 100% contra o desenvolvimento da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

A pesquisa ainda não foi avaliada por outros cientistas e mesmo com os resultados positivos, os estudiosos envolvidos afirmam que mais pesquisas devem ser realizadas, a fim de definir com mais exatidão a real efetividade das vacinas contra o novo coronavírus em relação à variante delta.