Notícias » Cinema

Eterno James Bond: Sean Connery morre aos 90 anos

Primeiro ator a dar vida ao lendário 007, Connery ganhou o Oscar por sua participação em Os Intocáveis (1987) e recebeu da Rainha Elizabeth o título de cavaleiro da Ordem Britânica

Fabio Previdelli Publicado em 31/10/2020, às 12h03

O ator Sean Connery
O ator Sean Connery - Getty Images

Na madrugada de hoje, 31, foi confirmada a morte do ator escocês Sean Connery. Astro de Hollywood, Connerry se tornou mundialmente famoso por ser o primeiro ator a dar vida ao lendário espião James Bond. Segundo familiares, ele morreu enquanto dormia aos 90 anos.  

"Um dia triste para todos que conheciam e amavam meu pai e uma triste perda para todas as pessoas ao redor do mundo que gostaram do maravilhoso presente que ele tinha como ator", explicou Jason Connery, filho do astro. 

Ao longo dos seus mais de 50 anos de carreira, ele atuou em sete filmes do 007 entre as décadas de 1960 e 1980. Além do mais, Sean foi apontado por muitos como o melhor James Bond da história do cinema.  

Com 94 filmes em seu currículo, Sean Connery ganhou uma estatueta do Oscar em 1988, na categoria melhor ator coadjuvante, por sua participação no longa “Os Intocáveis”, dirigido por Brian de Palma

Considerado um ícone do cinema, o ator também conquistou três Globos de Ouro e dois Bafta, acumulando mais de 30 premiações ao longo de sua carreira. No ano de 2000, Connery recebeu da Rainha Elizabeth o título de cavaleiro da Ordem Britânica.  

Além de James Bond, o ator também é reconhecido por suas geniais interpretações como William von Baskerville, protagonista de “O nome da rosa” (1986), adaptação da obra homônima de Umberto Eco, e o professor Henry Jones no filme “Indiana Jones e a última cruzada” (1989). Seu último trabalho foi a dublagem do protagonista do filme “Sir Billi, uma animação lançada em 2012.