Notícias » Rússia

EUA afirmam que Rússia pode atacar Ucrânia com armas químicas

Segundo a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, é possível que o governo russo promova uma operação de bandeira falsa para utilizá-las

Redação Publicado em 10/03/2022, às 07h19

A porta-voz da Casa Branca Jen Psaki
A porta-voz da Casa Branca Jen Psaki - Getty Images

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, fez um alerta na última quarta-feira, 9, para a possibilidade de a Rússia utilizar armas químicas ou biológicas durante os ataques à Ucrânia.

A declaração surge logo após a porta-voz russa Maria Zakharova ter acusado os americanos de terem laboratórios de armas biológicas em território ucraniano.

"Agora que a Rússia fez essas falsas alegações, e a China aparentemente endossou essa propaganda todos nós devemos estar atentos para que a Rússia possivelmente use armas químicas ou biológicas na Ucrânia, ou crie uma operação de bandeira falsa usando-as. É um padrão claro", escreveu Psaki em publicação no Twitter. 

Segundo informações do portal de notícias UOL, no dia anterior, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, exigiu que os EUA forneçam explicações sobre os supostos laboratórios e pesquisas para a produção de armas químicas com doenças fatais. 

"É a Rússia que tem um histórico longo e bem documentado de uso de armas químicas, inclusive em tentativas de assassinato e envenenamento de inimigos políticos de Putin, como Alexey Navalny. É a Rússia que continua a apoiar o regime de Assad[Bashar Al-Assad, atual presidente da Síria], que tem usado repetidamente armas químicas", alegou Psaki.