Notícias » Estados Unidos

EUA bate meta de 100 milhões de vacinados com 6 semanas de antecedência

Instaurada na chegada de Joe Biden para ser cumprida em 100 dias, conseguiu ser agilizada para 58 dias de mandato

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 22/03/2021, às 08h34

Joe Biden recebe vacina contra covid-19
Joe Biden recebe vacina contra covid-19 - Getty Images

No dia 20 de janeiro de 2021, Joe Biden assumiu a presidência dos Estados Unidos e anunciou uma estratégia ousada para diminuir o crescente número de casos obtidos no governo anterior com Donald Trump; o recém-empossado tinha a meta de aplicar 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 nos primeiros 100 dias do mandato, como informou o portal G1.

A previsão de término seria até o dia 30 de abril, com ao menos 1 milhão de pessoas recebendo os imunizantes diariamente. No entanto, na última sexta-feira, 19, o Centro para Prevenção e Controle de Doenças do país anunciou que já atingiu, em 58 dias, 115.730.008 doses aplicadas em cidadãos estadunidenses, atingindo a meta antes de completar dois terços do período.

Durante o plano, as aplicações alcançaram 2,5 milhões de doses diária e, após o anúncio, o político anunciou que tem o interesse de aproveitar o restante do período para, se possível, dobrar a meta e chegar em 200 milhões de aplicações até o prazo final.

No mesmo comunicado de atualização, o Centro anunciou que pelo menos 75,5 milhões de pessoas do grupo total tiveram alguma unidade da vacina aplicada, enquanto outros 41 milhões já receberam as duas doses e estão completamente imunizados.