Notícias » Estados Unidos

EUA: Jovem acusado de matar toda a família “não demonstra remorso”, dizem autoridades

Atualmente, Mason Sisk de 15 anos, aguarda julgamento em centro de detenção juvenil

Redação Publicado em 14/11/2020, às 14h44 - Atualizado às 14h47

Imagem ilustrativa de uma cela
Imagem ilustrativa de uma cela - Pixabay

Em 2019, o adolescente Mason Sisk, foi acusado de matar toda sua família, no Alabama, Estados Unidos. Agora, enquanto aguarda julgamento em centro de detenção juvenil, funcionários do local afirmam que o menino não sente nenhum remorso. As informações são do portal de notícias UOL.

Quando os crimes aconteceram, o menino tinha 14 anos de idade. Atualmente, aos 15 anos, Sisk, será julgado como adulto por acusações de ter matado seu pai, madrasta e os três irmãos mais novos, um dos irmãos mortos tinha somente seis meses de vida.

De acordo com a reportagem, o garoto teria cometido os crimes depois de descobrir que a mulher que o criou a vida toda não era sua mãe biológica. Segundo os laudos do crime revelados em novos documentos, todos os familiares de Mason foram atingidos com tiros na cabeça.

"Mason não parece incomodado pelo fato de ser acusado da morte de toda a família dele [...] Ele não mostrou nenhum sinal de remorso. Durante a detenção, sequer mencionou a família por uma vez, que fosse”, revelou o fiscal responsável pelo adolescente na detenção.