Notícias » Estados Unidos

EUA: Morte de adolescente coloca táticas policiais em discussão

Valentina Orellana-Peralta, de 14 anos, estava em uma loja quando foi atingida por tiro disparado por policial

Penélope Coelho Publicado em 29/12/2021, às 08h23 - Atualizado às 09h21

Protestos após a morte de Valentina
Protestos após a morte de Valentina - Divulgação/Youtube/ABC News

A morte da adolescente de 14 anos, Valentina Orellana-Peralta, no último dia 23 de dezembro, em Los Angeles, nos EUA, está levantando uma discussão sobre as táticas usadas pela polícia estadunidense.

Na ocasião, a jovem provava roupas em uma loja quando um policial atirou por três vezes. O oficial afirma que estava atrás de um homem que atacava clientes com um cadeado de bicicleta. Valentina foi atingida por uma das balas e não resistiu.

De acordo com informações publicadas pela BBC, nesta quarta-feira, 29, a menina de origem chilena morreu no colo da mãe. Soledad Peralta relata que sentiu algo atingir sua filha, que caiu e ficou desacordada.

A mulher conta que pediu aos policiais para que ajudassem Valentina, entretanto, afirma que isso não aconteceu:

"Quando a polícia finalmente apareceu, eles me tiraram do vestiário e deixaram minha filha deitada lá. Eu queria que eles a ajudassem, mas eles apenas a deixaram deitada lá sozinha”, conta Soledad.

Abalada com a morte da filha, a Sra. Peralta afirma que essa é uma das "dores mais profundas que qualquer ser humano pode imaginar".

Agora, o caso segue sendo investigado. O chefe da polícia de Los Angeles prometeu  realizar uma "investigação completa e transparente" do caso que definiu como um "incidente caótico".