Notícias » Estados Unidos

EUA: Mulher é acusada de matar o filho para se beneficiar do seguro de vida da criança

De acordo com a mídia norte-americana, a suspeita teria envenenado o garoto de seis anos

Penélope Coelho Publicado em 07/04/2021, às 07h23

Imagem meramente ilustrativa de urso de pelúcia
Imagem meramente ilustrativa de urso de pelúcia - Divulgação/Pixabay

De acordo com informações do jornal norte-americano Houston Chronicle, publicadas na última terça-feira, 6, pelo UOL, uma mulher de 25 anos foi presa no Texas acusada de ter matado o filho de seis anos de idade, com o suposto objetivo de se beneficiar financeiramente através do seguro de vida da criança.

Segundo revelado na publicação, Ashley Marks teria usado doses altas de drogas e medicamentos no filho e envenenado a criança. Em entrevista para a emissora KHOU, Gilbert Sawtelle, promotor público assistente do condado de Harris, no Texas, afirmou que a suspeita é uma especialista do ramo de seguros de vida.

"Eu acredito que ela envenenou seu filho para lucrar com duas apólices de seguro de vida que ela fez a seu filho um mês antes de sua morte", afirmou Sawtelle.

O garoto de seis anos faleceu em junho de 2020. De acordo com a publicação, o menino havia contraído tuberculose e estava sendo medicado pela mãe. Contudo, o laudo do Instituto de Ciências Forenses revelou que substâncias como cocaína e metanfetamina foram encontradas no corpo da criança, além de uma alta quantidade de remédios.

Ashley está presa desde o dia 31 de março, contudo, em audiência recente houve a possibilidade de que a suspeita pague uma fiança estipulada em 750 mil dólares, entretanto, o Estado ainda pode negar o pagamento.