Notícias » Estados Unidos

EUA: Policial responsável por óbito de homem negro corre risco de ser condenado a morte

Em meio a protestos antirracistas, um policial de Atlanta atirou em um rapaz negro, resultando em sua morte imediata

Caio Tortamano Publicado em 18/06/2020, às 19h19

Policial Garret Rolfe, envolvido na morte de um rapaz negro
Policial Garret Rolfe, envolvido na morte de um rapaz negro - Divulgação

O policial Garrett Rolfe, que foi denunciado por homicídio após atirar em um homem negro de 27 anos em Atlanta, nos Estados Unidos, corre o risco de ser condenado a pena de morte. O promotor do distrito, Paul Howard, afirmou que a morte de Rayshard Brooks foi injustificável, uma vez que não representava ameaça as autoridades quando foi abatido.

Outro agravante que pode pesar para a condenação de Rolfe, que espera o julgamento, é a de que o policial chutou o cadáver ensanguentado do rapaz que foi baleado em um estacionamento.

O caso

Depois de dormir dentro do carro em uma fila de drive-thru, Brooks foi abordado pelos policiais que realizaram um teste de alcoolemia e partiram para a prisão. Depois de resistir corporalmente, o rapaz tentou fugir e acabou sendo baleado.

A morte ocorreu durante uma onda de protestos que tomam os Estados Unidos depois do brutal assassinato de, George Floyd, abordado pela polícia em plena luz do dia quando três policiais colocaram os joelhos sobre suas costas — um sob seu pescoço — até a morte.