Notícias » Dinamarca

Evidências mostram que dinamarqueses já conseguiam derreter metais na Idade da Pedra

Traços de cobre apontam que os habitantes do país ao norte da Europa tinham domínio das artes de fundição

Caio Tortamano Publicado em 01/07/2020, às 14h45

Cadinho que contém traços de cobre, indicando trabalho com o metal
Cadinho que contém traços de cobre, indicando trabalho com o metal - Divulgação - Museu Nacional da Dinamarca

De acordo com estudo feito por pesquisadores do Museu Nacional da Dinamarca, locais do país na Idade da Pedra já conseguiam trabalhar com metais, inclusive derretendo-os. A descoberta veio por meio da datação de um cadinho de cobre, com aproximadamente 5.500 anos.

Baseado em descobertas de 1988, pequenos pedaços de argila queimada já contavam com traços e restos de cobre em sua composição, em Haderslev, ao sul da Dinamarca. Com a idade estipulada, esses metais processados têm mais de mil anos de diferença em relação aos achados mais antigos do país.

De acordo com Lutz Klassen, arqueólogo e diretor de pesquisa do East Jutland Museum: “Essas descobertas desafiam uma visão que muitos podem ter tido das pessoas da Idade da Pedra como pessoas ligeiramente primitivas. Isso prova que eles poderiam lidar com embarcações de alta tecnologia ”.

Já a pesquisadora e arqueóloga Anne Birgitte Gebauer comentou, também animada: "É um achado sensacional, porque é o exemplo mais antigo ao norte da Europa da capacidade do homem em derreter e trabalhar com metal".