Notícias » Crimes

Ex-advogado de suspeito de ter sequestrado Madeleine McCann acha que ele é culpado

O português Serafim Vieira fez a revelação em entrevista ao canal de TV RTP, de Portugal

Vanessa Centamori Publicado em 22/06/2020, às 16h49

Foto de Madeleine McCann
Foto de Madeleine McCann - Divulgação

Serafim Vieira, o ex-advogado do principal suspeito pelo sequestro de Madeleine McCann, contou que acredita que seu antigo cliente, o alemão Christian Brueckner, pode ser o verdadeiro culpado pelo crime. 

A afirmação foi feita ao canal de TV RTP, de Portugal. "Acho que ele pode estar por trás do sumiço de Madeleine", disse Vieira. O advogado já trabalhou para o investigado em 2006, a respeito de outro caso, quando Christian Brueckner foi preso por roubar combustível em Algarve. 

O ex-advogado do suspeito disse ainda que vê traços psicopatas em Brueckner. Ele teria capturado a criança, quando ela tinha apenas três anos de idade. Madeleine sumiu em maio de 2007, enquanto passava as férias com a família na Praia da Luz, em Portugal. 

Um ano antes de seu sumiço, o suspeito alemão já era investigado pela polícia. Ele compareceu à uma audiência judicial, onde disse que tinha cumprido pena de 18 meses na prisão por atacar sexualmente um menor de idade na Alemanha. 

O investigado morava em uma cabana de fazenda alugada nos arredores da Praia da Luz — mesmo local onde Madeleine desapareceu. No entanto, Brueckner mentiu para o tribunal, ao dizer que vivia em uma van de acampamento, em um depósito de sucata no povoado de Barrocal.