Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Ex-funcionário de banco é condenado a devolver R$ 1,7 milhão que havia desviado

Caso aconteceu em agência de Santa Inês, no Maranhão, e envolvia problemas com agiotas e uso de contas de clientes; entenda!

Fabio Previdelli

por Fabio Previdelli

fprevidelli_colab@caras.com.br

Publicado em 11/05/2024, às 13h19

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa - Imagem de Joelfotos por Pixabay
Imagem ilustrativa - Imagem de Joelfotos por Pixabay

Em Santa Inês, no Maranhão, um antigo funcionário de um banco foi condenado pela Justiça a devolver o dinheiro que ele desviou da conta de clientes e da agência bancária em que atuava. O valor correspondente é de R$ 1.773.978,54.

Segundo o UOL, o Tribunal de Justiça do Maranhão apontou que o sujeito retirava o dinheiro da tesouraria da agência e usava a conta de clientes para fazer movimentações bancárias indevidas

+ Funcionário de banco tenta fugir com R$ 1,2 milhão e é preso, no Piauí

Desvio de dinheiro

O próprio ex-funcionário admitiu a prática de enriquecimento ilícito ou dano erário, algo comprovado pelo Ministério Público. De acordo com a denúncia, o valor foi subtraído do Banco do Nordeste, em 2018, através de transferências das contas bancárias usando senhas de outros gerentes da agência

+ Banco Central lança moeda comemorativa da primeira Constituição brasileira

Em sua defesa, o ex-funcionário relatou que tinha problemas com agiotas. Assim, escolhendo clientes de forma aleatória, ele autentificava um documento no caixa e efetuava o saque ou depósito como se o próprio cliente estivesse realizando a ação. Ele foi condenado a pagar uma multa civil no valor de R$ 1.773.978,54, mesma quantia que ele desviou.