Notícias » Estados Unidos

Ex-funcionário processa empresa por festa surpresa e é indenizado em R$ 2,1 milhões

O caso aconteceu no Kentucky, Estados Unidos; entenda

Penélope Coelho Publicado em 19/04/2022, às 09h22 - Atualizado às 12h08

Imagem meramente ilustrativa de aniversário
Imagem meramente ilustrativa de aniversário - Divulgação/Pexels/Pixabay/

No início desta semana, um caso que aconteceu agosto de 2019, em uma empresa do Kentucky, Estados Unidos, voltou a repercutir, após virar caso de justiça.

Há quase três anos, um funcionário do laboratório Gravity Diagnostics, Kevin Berling, ganhou uma festa de aniversário surpresa em seu trabalho. No entanto, afirma ter tido ataques de pânico com o episódio e decidiu processar a empresa.

Justificativas

De acordo com informações publicadas na última segunda-feira, 18, pela BBC, o processo foi definido recentemente e a Justiça do condado decidiu que o laboratório deverá pagar indenização de 450 mil dólares para Berling, que foi demitido de seu cargo. Na conversão atual da moeda, o valor é de R$ 2,1 milhões 

O ex-funcionário afirma que havia pedido para que seu gerente não promovesse uma festa de aniversário, explicando que sofre com problemas de ansiedade e o evento poderia trazer lembranças complicadas de sua infância.

Mesmo com o pedido, a celebração aconteceu, o homem afirma que passou mal e precisou sair rapidamente da festa. Segundo o processo, após o ocorrido, ele ainda foi alvo de críticas por parte de outros funcionários da firma. A empresa, por sua vez, nega qualquer irregularidade.