Notícias » Mundo

Ex-ministro afirma que Trump queria explodir laboratórios de drogas no México

Em mais um trecho de livro, Mark Esper revelou outro suposto plano do ex-presidente

Alan de Oliveira | @baco.deoli, sob supervisão de Isabela Barreiros Publicado em 06/05/2022, às 11h45

Ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump
Ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump - Getty Images

Em um livro que será lançado na próxima terça-feira, 10, Mark Esper, ex-Ministro de Defesa do governo presidencial de Donald Trump, relatou sobre o episódio em que foi perguntado pelo seu superior sobre a possibilidade de explodir os laboratórios de drogas no México.

Em novo trecho divulgado como parte da campanha de marketing da obra, nesta sexta-feira, 6, Esper escreveu que Trump havia estimado que os Estados Unidos poderiam negar a responsabilidade por ataques com mísseis com alvos em solo mexicano entre julho de 2019 e novembro de 2020, conforme repercutiu o jornal estadunidense The New York Times.

Em seu livro de memórias, intitulado "The Holy Oath" ("O juramento sagrado", em tradução livre), Esper descreveu o momento que o então presidente faz a pergunta repetidas vezes:

“Vocês podem disparar mísseis contra o México para destruir os laboratórios de drogas? Eu concedo autorização imediata”, perguntou o então presidente dos Estados Unidos.

Expectativas sobre o livro só aumentam

Trump se distanciou de Esper em novembro de 2020, dias após o anúncio do resultado da eleição presidencial. As relações entre o presidente e o ministro estavam tensas desde que o último se opôs a praticar uma ação militar contra os manifestantes antirracistas no país.

Em outra parte já divulgada do livro, Esper diz que, em conjunto com as manifestações, em junho de 2020, o presidente desejou que atirassem nos manifestantes para conter qualquer mancha negativa para o seu governo.