Notícias » Estados Unidos

Ex-namorada de Marilyn Manson afirma que foi vítima de abuso sexual e dá detalhes sobre o ocorrido

Para Ashley Morgan Smithline, o cantor é o “monstro mais medonho do mundo”

Penélope Coelho Publicado em 08/05/2021, às 10h55

Marilyn Manson, em 2015
Marilyn Manson, em 2015 - Andreas Lawen/ Wikimedia Commons

De acordo com informações publicadas na última quinta-feira, 6, pelo portal Rolling Stone, a modelo Ashley Morgan Smithline falou sobre os abusos sexuais que teria sofrido durante o relacionamento com o cantor Marilyn Manson.

Em entrevista à revista People, Ashley afirma que durante o tempo em que se relacionou com o músico, entre 2010 e 2012, Manson a estuprou, chicoteou, mordeu, enforcou, prendeu e a cortou.

Smithline refere-se ao ex-namorado como o “monstro mais medonho do mundo” e afirma que o cantor debochava de sua situação durante os atos de abuso. “Estava amarrada e gritava como não gostava e ele era sádico, ria de mim. Dizia que não se podia abusar de uma namorada.”

A mulher afirma que além de ser abusada sexualmente, também sofreu agressões físicas. De acordo com a modelo de descendência judia, o cantor fez um corte em suas costelas com o símbolo de uma suástica.

Ashley também afirma que foi mantida com frio e fome pelo cantor e que não falava sobre os abusos por medo de que acontecessem novamente. “Não conversávamos sobre [o abuso]. Não podia falar, nunca me defendi porque seria torturada e abusada de novo, e não queria sofrer mais,” disse em entrevista.

Smithline não é a única ex-namorada de Marilyn que denuncia o cantor, ela se junta à atrizEsmé Bianco, que também afirma que sofreu diversos abusos por parte do músico.