Notícias » Crime

Ex-policial condenado pela morte de George Floyd está isolado na prisão

Derek Chauvin foi condenado na última quarta-feira, 21, a 45 anos de prisão pela morte de Floyd

Giovanna Gomes, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 22/04/2021, às 10h06

Derek Chauvin
Derek Chauvin - Divulgação/The Minessota Department of Corrections

O ex-policialDerek Chauvin, condenado ontem, 21, a 45 anos de prisão pelo assassinato de George Floyd está isolado em uma prisão de segurança máxima. Conforme declarou um porta-voz do Departamento de Correções de Minnesota à rede Sky News, o isolamento é uma medida "para a sua segurança".

De acordo com o UOL, os agentes da penitenciária verificam Chauvin a cada 30 minutos. Além disso, a cada três meses ele passará por exames psicológicos. 

A transferência para o Centro Penitenciário de Minnesota-Oak Park Heights foi realizada depois que o departamento realizou um acordo com o gabinete do Xerife do Condado de Hennepin. 

Merrick Garland, o procurador-geral dos Estados Unidos, anunciou no mesmo dia a abertura de uma investigação civil sobre a atuação do Departamento de Polícia de Minneapolis para "determinar se ela segue um padrão ou prática de vigilância inconstitucional ou ilegal". Seria, portanto, uma ação separada da investigação criminal sobre o caso Floyd.

Outros três policiais que participaram da abordagem que resultou na morte de Floyd também devem ser julgados no mês de agosto, já que são acusados de ajudar e encorajar o crime.