Notícias » Coreia do Sul

Ex-prefeito de cidade sul-coreana é preso por assédio sexual contra 2 mulheres

Oh Keo-don, ex-político de Busan, renunciou o cargo após ter sido acusado de comportamento inadequado por duas funcionárias

Alana Sousa Publicado em 29/06/2021, às 11h30

Oh Keo-don, ex-prefeito de Busan, em 2020
Oh Keo-don, ex-prefeito de Busan, em 2020 - Busan Metropolitan City via Wikimedia Commons

O ex-prefeito Oh Keo-don, da segunda maior cidade da Coreia do Sul, Busan, que renunciou o cargo em 2020 após acusações de assédio sexual contra duas funcionários, foi detido nesta terça-feira, 29, para cumprir uma sentença de três anos de prisão, conforme repercutiu o portal UOL.

Comandando uma cidade com mais de 3 milhões de habitantes, o político do Partido Democrático foi acusado por duas mulheres de comportamento inapropriado. Keo-don, de 72 anos, declarou a imprensa: “Toda a culpa recai sobre mim”, ao entrar no tribunal.

Segundo a agência de notícias Yonhap, o ex-prefeito afirmou: “Pessoas que não deveriam ter sofrido continuam sofrendo”. E acrescentou: “Peço que tenham mais empatia com as vítimas”.

A declaração é relevante, pois, a população sul-coreana ainda é bastante conservadora. Assim, muitas vítimas são pressionadas a não denunciarem seus agressores e manterem o silêncio em casos de assédio sexual.