Notícias » Política

Ex-presidente da França Giscard d'Estaing, morre aos 94 anos, vítima da covid-19

Giscard d'Estaing governou a França entre 1974 e 1981 e, ao longo de seu mandato, adotou um posicionamento liberal tanto em relação à economia quanto às questões sociais

Giovanna Gomes Publicado em 03/12/2020, às 08h55

Ex-presidente Valéry Giscard d'Estaing
Ex-presidente Valéry Giscard d'Estaing - Divulgação

Morreu na última quarta-feira, 2, o ex-presidente da França Valéry Giscard d'Estaing. Ele tinha 94 anos e foi vítima de coronavírus. O político foi um dos principais arquitetos da integração europeia ocorrida no início dos anos 1970.

O ex-presidente recentemente havia sido internado em um hospital na cidade de Tours. Ele estava em tratamento na unidade de cardiologia, conforme informou a rádio Europe 1, veículo que primeiro informou a morte do francês. 

Giscard d'Estaing se tornou presidente da França em 1974, aos 48 anos de idade e governou até 1981. Ao longo de seu mandato, buscou maneiras de se modernizar o país, o que incluia medidas como o divórcio por consentimento mútuo e a legalização do aborto. Além disso, foi um dos arquitetos da integração europeia. 

"Estamos de luto por Valéry Giscard d'Estaing", disse Heiko Maas, ministro alemão de Relações Exteriores em sua conta no Twitter. "Ele prestou um grande serviço à amizade franco-alemã e teve uma influência decisiva nela, também graças à sua amizade especial com Helmut Schmidt". Este último fora o chanceler da Alemanha entre os anos de 1974 e 1982 com quem o francês estabeleceu laços.

Mais tarde, a atual chanceler alemã Angela Merkel declarou em sua conta na mesma rede social: "Para a França, Valery Giscard d'Estaing era um estadista e, para a Alemanha, um amigo. Ambos perdemos um grande europeu."