Notícias » Personagem

Ex-procuradora internacional pede mandado de prisão contra presidente russo

"Putin é um criminoso de guerra", disse Carla Del Ponte no último sábado, 2

Redação Publicado em 04/04/2022, às 07h22

O presidente da Rússia, Vladimir Putin
O presidente da Rússia, Vladimir Putin - Getty Images

No último sábado, 2, a ex-procuradora internacional Carla Del Ponte solicitou ao Tribunal Penal Internacional um mandado de prisão contra o presidente russo, Vladimir Putin, quem promoveu a invasão à Ucrânia.

"Putin é um criminoso de guerra", declarou Del Ponte, quem ressaltou que a emissão do mandado é necessária para que o chefe de Estado e outros líderes russos envolvidos nos crimes em questão possam ser formalmente acusados.

Conforme informações da agência de notícias Ansa, a ex-procuradora disse à imprensa suíça que esta é a única forma de prender um "autor de um crime de guerra" e colocá-lo perante à justiça internacional.

Segundo a fonte, a profissional que ganhou notoriedade após lidar com casos como o genocídio em Ruanda, alertou que somente a emissão de um mandado não irá garantir a detenção do presidente Putin caso ele permaneça na Rússia. Apesar disso, o líder russo ficará impossibilitado de deixar o território.