Notícias » Antiguidade

Expedição na França revela necrópole perdida

Os túmulos estavam repletos de itens antigos que ficaram escondidos por séculos

Penélope Coelho Publicado em 01/05/2020, às 12h56

Tesouro encontrado em Borgonha, na França
Tesouro encontrado em Borgonha, na França - Divulgação

Estudiosos do Instituto Nacional de Pesquisa Arqueológica Preventiva, da França, estavam trabalhando em escavações numa pequena vila que fez parte do Império Romano, localizada na atual região da Borgonha, na França.

Durante as buscas os arqueólogos encontraram uma grande surpresa quando descobriram um antigo cemitério que provavelmente foi usado para enterrar membros da alta sociedade local, datado entre segunda metade do século 5 e início do século 6. Até então, os arqueólogos já desenterraram mais de 277 sepulturas.

Artefato dourado utilizado em sapatos / Crédito: Divulgação 

 

O valor das descobertas

Os pesquisadores encontraram uma grande quantidade de artefatos valiosos, como, por exemplo, um bracelete de prata, conjuntos de artigos de higiene pessoal cravejados de diamantes, alguns broches de prata e outros banhados a ouro. Além de uma ponta de flecha e uma longa adaga de combate.

Bracelete encontrado durante a escavação / Crédito: Divulgação

 

Segundo os arqueólogos, esses itens ajudam a entender um pouco mais sobre a arquitetura local, mas, principalmente põe em evidência o estilo de vida daqueles povos e os rituais pós-mortes que eram comuns, devido a grande quantidade de artefatos de valor.

Os objetos encontrados ajudam a construir a história dos vilarejos dessa região da França. Para os pesquisadores essa necrópole surgiu ainda no Império Romano, mas, continuou sendo usada nos séculos seguintes.