Notícias » Polônia

Exploradores buscam por esconderijo da Gestapo em túneis cavados durante a Segunda Guerra

Segundo o portal The First News, a rede de passagens subterrâneas pode esconder diversos documentos da Alemanha nazista

Pamela Malva Publicado em 24/06/2021, às 15h00

Fotografia dos exploradores dentro do túnel
Fotografia dos exploradores dentro do túnel - Divulgação/ Associação de Amantes da Alta Lusácia

Em meados de 2011, um grupo de exploradores encontrou uma rede de túneis subterrâneos cavados por nazistas na Segunda Guerra Mundial sob um vulcão adormecido na Polônia. Agora, pesquisadores acreditam que as passagens levam até um esconderijo da Gestapo, onde documentos da época poderiam estar escondidos.

Segundo o portal The First News, os muitos túneis vêm sendo explorados desde sua descoberta, sendo que algumas expedições já identificaram passagens que descem em direção ao vulcão. O problema é que as paredes estão parcialmente destruídas.

Ainda de acordo com a publicação, parte das estruturas e principalmente suas entradas foram danificadas pelos nazistas em 1945. Apesar da ideia de dificultar o ingresso nos túneis diante da iminente derrota da Alemanha, a destruição foi feita com certo cuidado.

Mapa dos túneis encontrados / Crédito: Divulgação/ Associação de Amantes da Alta Lusácia

 

Para os exploradores, que agora buscam arrecadar fundos para realizar outras expedições nos túneis, o tamanho das construções é bastante intrigante. Isso porque mapas da região classificam as passagens como abrigo antiaéreo.

Segundo Sebastian Terenda, integrante do grupo de exploradores, contudo, “os túneis têm 3 por 3 metros, enquanto os abrigos tinham normalmente 1,6 por 1,8 metros”. Para ele, parece óbvio que arquivos da Segunda Guerra estejam escondidos na região.