Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Naufrágio

Exploradores descobrem o naufrágio mais profundo do mundo

Navio americano foi afundado durante uma das maiores batalha navais de todos os tempos

Redação Publicado em 25/06/2022, às 12h30

Naufrágio e USS Samuel B Roberts no passado - Divulgação/Expedições Caladan Oceanic/Eios / Marinha dos EUA
Naufrágio e USS Samuel B Roberts no passado - Divulgação/Expedições Caladan Oceanic/Eios / Marinha dos EUA

O naufrágio mais profundo já identificado foi descoberto por exploradores em uma escolta de destróieres da Marinha dos EUA que foi afundada durante a Segunda Guerra Mundial no mar das Filipinas.

O responsável por encontrar o famoso navio USS Samuel B Roberts a 6.895 metros de profundidade foi o financista e aventureiro texano Victor Vescovo, reservista da Marinha americana que possui um submersível de mergulho profundo.

A embarcação estava em boas condições, praticamente intacta, ainda que um pouco danificada. Em imagens feitas pelo submarino de Vescovo, chamado Limiting Factor, é possível observar canhões, tubos de torpedos, a estrutura do casco e até mesmo furos de projéteis no barco.

O naufrágio aconteceu em outubro de 1944, durante a Batalha de Samar, ação da Batalha do Golfo de Leyte, considerada uma das maiores batalhas navais de todos os tempos, travada contra os japoneses. Com uma tripulação de 224 pessoas, 89 foram mortas e 120 sobreviveram segurando em botes salva-vidas.

Gostamos de dizer que o aço não mente e que os destroços desses navios são as últimas testemunhas das batalhas que eles travaram", disse Vescovo à BBC News.

"O Sammy B [navio] enfrentou os cruzadores pesados ​​japoneses à queima-roupa e disparou tão rapidamente que esgotou sua munição; foi para disparar projéteis de fumaça e rodadas de iluminação apenas para tentar incendiar os navios japoneses, e continuou atirando. apenas um ato extraordinário de heroísmo”, continuou. “Aqueles homens — de ambos os lados — estavam lutando até a morte."

Veja vídeo da descoberta:

Mais embarcações profundas

Não foi somente o USS Samuel B Roberts que naufrágou durante a Batalha de Samar; muitos navios dos dois lados acabaram afundando em meio ao combate. No ano passado, o aventureiro foi responsável por encontrar mais um deles, o destróier USS Johnston, a 6.460 metros de profundidade.

"Há dois outros navios americanos que ainda não foram encontrados — o USS Gambier Bay [transportador de escolta] e o USS Hoel [destróier]", explicou Kelvin Murray, da EYOS, empresa que organizou a expedição que encontrou os navios.

Ele acrescentou ao veículo britânico: "Temos registros históricos sobre onde eles podem ter afundado. Demos uma olhada na Baía de Gambier, mas isso é trabalho de detetive e esse tipo de operação no fundo do oceano nunca foi conduzida antes. use a frase 'agulha no palheiro', porque há muito mais pesquisas para tornar o palheiro menor. Mas ainda há uma certa sorte envolvida em tudo isso."