Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Rússia

Explosões e sirenes são ouvidas em inúmeras regiões da Ucrânia

O presidente russo Vladimir Putin anunciou um ataque ao país vizinho na madrugada desta quinta-feira, 24

Redação Publicado em 24/02/2022, às 08h52

Explosão vista na capital ucraniana, Kiev - Divulgação/Gabinete do Presidente da Ucrânia
Explosão vista na capital ucraniana, Kiev - Divulgação/Gabinete do Presidente da Ucrânia

Após o presidente da Rússia Vladimir Putin anunciar uma operação militar na Ucrânia, explosões e sirenes puderam ser ouvidas em inúmeras cidades no país vizinho, em um ataque realizado na madrugada desta quinta-feira, 24.

Não demorou muito para que a invasão fosse feita à Ucrânia, depois que o chefe de Estado russo anunciasse a ação por meio de um pronunciamento feito na TV estatal da Rússia nas primeiras horas de hoje.

No discurso, Putin afirmou que não poderia “tolerar ameaças da Ucrânia” e recomendou que os soldados ucranianos “larguem suas armas e voltem para casa”, acrescentando que nenhum tipo de interferência estrangeira será admitida.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky pediu calma à população e anunciou que a lei marcial foi imposta no país, medida informada por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais, como reportou a CNN Brasil.

Embora barulhos de explosões tenham sido relatados em inúmeras cidades ucranianas, militares russos emitiram uma nota negando que tais locais estavam sendo alvo de ataques. “As Forças Armadas russas não estão lançando mísseis ou ataques de artilharia nas cidades da Ucrânia”, afirmaram.

“Armas de alta precisão destroem a infraestrutura militar: aeródromos militares, aviação, instalações de defesa aérea das Forças Armadas da Ucrânia. A população civil não está em risco”, escreveram no comunicado.