Notícias » Clarice Lipesctor

Exposição apresenta facetas pouco conhecidas de Clarice Lispector

Conheça a nova mostra do Instituto Moreira Salles, Constelação Clarice

Izabel Duva Rapoport Publicado em 05/12/2021, às 09h00

Clarice Lispector, Imagem Erico Verissimo
Clarice Lispector, Imagem Erico Verissimo - Acervo Literário de Erico Verissimo/Instituto Moreira Salles, Rio de Janeiro

Além do amor pela literatura, Clarice Lispector (1920-1977) também nutria grande interesse pelas artes visuais.

Mas quais conexões seria possível estabelecer entre a produção textual da escritora e as obras de mulheres que, no mesmo período, marcaram a história da arte brasileira?

Para criar essas interlocuções, a nova mostra do Instituto Moreira Salles, Constelação Clarice, adotou o conceito de constelação. Onze núcleos apresentam obras, criadas por 26 artistas visuais atuantes entre as décadas de 1940 e 1970.

“Uma singular história da arte brasileira é assim conjugada ao feminino, com obras que só o universo literário de Clarice permite reunir, propondo uma teia de relações capaz de gerar novas e surpreendentes leituras recíprocas”, diz o site da exposição, cuja curadoria é do poeta Eucanaã Ferraz e da escritora e crítica de arte Veronica Stigger.