Notícias » Afeganistão

Facebook confirma que conteúdos relacionados ao Talibã são banidos de sua plataforma

A empresa informou que contas em nome do grupo terrorista, elogios e apoio ao Talibã estão proibidos

Penélope Coelho Publicado em 17/08/2021, às 09h40

Combatentes do Talibã no palácio presidencial de Cabul
Combatentes do Talibã no palácio presidencial de Cabul - Divulgação/ Vídeo

De acordo com informações publicadas nesta terça-feira, 17, pela BBC, o Facebook confirmou que irá continuar banindo conteúdos vinculados ao Talibã. A empresa informou que considera o grupo uma organização terrorista.

Segundo revelado na publicação, a regra se aplica a todas as suas plataformas além do Facebook, como Instagram e WhatsApp. Sabe-se que durante anos, o Talibã divulgou suas mensagens através das redes sociais.

"O Talibã foi sancionado como organização terrorista pela lei dos EUA e nós os banimos de nossos serviços de acordo com nossas políticas de Organização Perigosa. Isso significa que removemos contas mantidas por ou em nome do Talibã e proibimos elogios, apoio e representação deles.”, afirmou um porta-voz do Facebook, em entrevista para a BBC.

Agora, em meio à crise no Afeganistão, a empresa informou que possui uma equipe especializada que se dedica somente a monitorar e banir conteúdos do grupo.

A plataforma revelou que também conta com uma equipe de nativos no Afeganistão, falantes da língua que ajudam a identificar questões relacionadas ao grupo com mais facilidade.