Notícias » Personagem

Falece o ator Tarcísio Meira, aos 85 anos, após sofrer com complicações da covid-19

Notícia foi confirmada nesta quinta-feira, 12, pelo assistente do artista

Redação Publicado em 12/08/2021, às 11h23

O ator durante ensaio fotográfico
O ator durante ensaio fotográfico - Priscila Prade, via perfil de Tarcísio Meira no Instagram

Aos 85 anos, o grande ator Tarcísio Meira faleceu nesta quinta-feira, 12, após complicações da covid-19. A triste informação foi confirmada pelo assistente do casal, Tadeu Lima, para a revista Quem.

Internado no Albert Einstein, hospital localizado em São Paulo, desde 6 agosto, o ator sofreu com os efeitos do vírus ao lado de sua mulher, a também atriz Glória Menezes.

No dia 8 de agosto, o filho do casal, Tarcísio Filho, falou sobre o estado de saúde de seus pais à coluna de Patrícia Kogut, no O Globo.

"Dentro do possível, eles estão bem. O pai ele está estabilizado, está bem. Está respondendo bem. Eu fiquei feliz porque ele está respondendo bem aos procedimentos todos. Foi a notícia que eu tive. E a mãe está bem mesmo, ela está no quarto. Está com uma tossinha. Vai fazer os exames agora para saber se vai diminuir um pouco a infecção. Já tinha diminuído ontem. Eles estão bem". 

Um comunicado publicado no mesmo dia através da conta do artista também falava sobre o estado de saúde.

"Tarcísio e Glória seguem Internados mas em situações diferentes, o Tarcísio graças a Deus está evoluindo muito bem aos medicamentos e os médicos estão muito esperançosos. Ele continua intubado para um melhor conforto no tratamento. Já Glória Menezes evolui muito bem, e segundo os médicos já estar perto de receber alta, Muito Obrigado a todos pelas orações e vibrações positivas", explicava o comunicado.

De acordo com um boletim divulgado no dia 10 de agosto, a atriz se recupera no apartamento enquanto o ator ‘passava ventilação mecânica invasiva e diálise contínua’.

O casal de artistas havia recebido a segunda dose da vacina contra a covid-19 no mês de março. Vale reforçar que, ao contrário do que já foi especulado de maneira falsa, o caso não comprova, de nenhuma maneira, uma ineficácia do imunizante.