Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Crime

Falsa vidente é presa por golpe milionário em viúva de colecionador de arte

A mulher foi presa no Rio de Janeiro na última segunda-feira, 13, e fazia parte de uma quadrilha liderada por uma parente da vítima; entenda!

Imagem ilustrativa de vidente - Freepik
Imagem ilustrativa de vidente - Freepik

Na última segunda-feira, 13, uma falsa vidente foi presa pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, sendo suspeita de praticar um golpe milionário de estelionato contra a viúva do colecionador de artes Jean Boghici, Geneviève Boghici.

Diana Rosa Aparecida Stanesco Vuletic faz parte de uma quadrilha que, supreendentemente, era liderada pela própria filha da vítima, Sabine Boghici, que morreu em 2023, de acordo com a Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (Deapti). Sabinecaiu do 5° andar de seu apartamento no Rio de Janeiro.

Um mandado de prisão preventiva por associação criminosa, estelionato majorado, extorsão majorada, roubo majorado e cárcere privado, estava pendente contra Diana, sendo que alguns dos delitos foram realizados múltiplas vezes.

Patrimônio milionário

A delegada do caso informou ao portal O Tempo que o objetivo dos criminosos era dilapidar o patrimônio milionário de Geneviève, que era formado por diversas obras de arte, incluindo 'Sol Poente', da artista brasileira Tarsila do Amaral, avaliada em R$ 250 milhões. Pelos crimes anteriores, ela foi presa em 2022, mas foi solta no final daquele mesmo ano.

O Disque Denúncia do Rio de Janeiro divulgou, na última semana, um cartaz pedindo informações sobre a falsa vidente, Diana Rosa, que estava na lista de “procurados”.