Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Eventos

De novo? Falso show da dupla Patati e Patatá termina em vaias no Mato Grosso

Produtora afirma não ter sido contratada para a participação musical do evento

Redação Publicado em 07/06/2022, às 18h43

Dupla de palhaços causou problemas em cidade do Mato Grosso - Divulgação / Redes Sociais
Dupla de palhaços causou problemas em cidade do Mato Grosso - Divulgação / Redes Sociais

Uma confusão aconteceu em Guarantã do Norte, no Mato Grosso, por conta de um suposto show da dupla de palhaços Patati e Patatá no último sábado, 4.

A prefeitura local organizou uma sequência de shows para comemorar o 41° aniversário da cidade e uma das atrações era a dupla Patati e Patatá. Porém, assim que subiram ao palco, o público notou que aquela não era a dupla verdadeira.

Depois de quatro músicas o desagrado do público ficou evidente, principalmente após uma onda de vaias. Assim que percebeu a situação, um porta-voz do prefeito Érico Stevan (DEM) subiu ao palco para tranquilizar as famílias que foram “enganadas”. “Levei um susto quando entrei, com aquele monte de vaias”, disse ele.

Ele incentivou, na ocasião, a população a vaiar a dupla, pois disse estar perplexo com o ocorrido. “O prefeito pediu para dizer o seguinte: que ele vai rever o contrato, o pagamento do Patati Patatá, que ele também achou uma falta de respeito. Então vamos mandar uma vaia bem calorosa para Patati Patatá”.

Posicionamento da empresa

O gasto com o projeto educacional “Musicalizando as vogais com Patati Patatá” foi de R$ 332.820,00, conforme divulgado no Diário Oficial do município. Depois da repercussão do caso, a Rinaldi Produções, que detém os direitos da dupla, se pronunciou.

Em nota enviada ao colunista Gabriel Perline, do iG, a produtora declarou que a prefeitura, de fato, contratou seus serviços, mas para uma atividade diferente: a cerimônia de entrega dos materiais didáticos produzidos pela P&P Editora.

A empresa ainda disse, via Hugo Gloss Brasil, que dois atores genéricos foram enviados para participarem da chegada dos livros, que foram adquiridos pela gestão de Érico Stevan em maio. Eles também tirariam fotos com professores e alunos. A Rinaldi Produções revelou que levará o caso à Justiça.

“Ao anunciar um show aberto, em praça pública, nas festividades de 41 anos de Guarantã do Norte, a Prefeitura DESCUMPRIU completamente o contrato, que era para ser apenas uma entrega de livros em um ambiente escolar e para poucas pessoas. A P&P Editora está tomando todas as providências jurídicas cabíveis para responsabilizar os autores de toda esta confusão”, afirmou a empresa.

Déjà vu?

Não é a primeira vez que a dupla acaba sendo envolvida em um episódio do tipo. Há onze anos, os palhaços foram envolvidos em uma confusão ocorrida em Paripe, em Salvador, na Bahia. 

Durante o episódio, foi anunciado um show da dupla, contudo, a verdade estava distante disso. O resultado? Muita revolta, choro e até mesmo desmaio. Relembra a história completa clicando aqui.