Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira

Família de Dom Phillips emite comunicado após anúncio de assassinato

Após o anúncio de que os corpos de Dom Phillips e Bruno Pereira foram localizados, família agradeceu os envolvidos em buscas

Luisa Alves, sob supervisão de Wallacy Ferrari Publicado em 16/06/2022, às 15h03

Dom Phillips - Divulgação/Arquivo pessoal
Dom Phillips - Divulgação/Arquivo pessoal

Após o anúncio de que os corpos do repórter Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira foram encontrados, a família do jornalista inglês emitiu um comunicado agradecendo aos envolvidos na busca, e especialmente aos indígenas pela ajuda. O texto foi emitido nessa quinta-feira, 16.

Em comunicado, a família escreveu estar "de coração partido com a confirmação de que Bruno e Dom foram asssassinados". Os parentes também expuseram seus sentimentos aos familiares brasileiros da dupla: a esposa de Dom, Alessandra Sampaio e a de Bruno, Beatriz Matos. As informações são do G1.

A família pediu espaço à imprensa, para que possam lidar com a situação no momento. Também compartilharam um link para um financiamento coletivo emergencial. O texto foi assinado pelo irmão de Dom, Gareth Phillips, a irmã Sian Phillips e seu parceiro Paul Sherwood, sua cunhada Helen Davies e as sobrinhas Domonique Davies e Rhiannon Davies.

Confira o comunicado na íntegra

"Comunicado da família de Dom Phillips baseada na Inglaterra em relação ao anúncio de que os corpos de Dom Phillips e Bruno Pereira foram encontrados.

Dom Phillips e Bruno Pereira desapareceram durante uma viagem de pesquisa em Javari, na região da Amazônia, em 5 de junho de 2022. No começo desta manhã, fomos informados que dois corpos foram encontrados em uma localização remota após a confissão de um dos homens que estava detido.

Estamos de coração partido com a confirmação de que Dom e Brunoforam assassinados e estendemos nossas sinceras condolências a Alessandra [Sampaio, mulher de Dom], Beatriz [Matos, mulher de Bruno] e outros familiares brasileiros dos dois.

Agradecemos a todos que fizeram parte das buscas, especialmente os grupos indígenas que trabalharam incansavelmente para encontrar evidências do ataque.

No devido momento iremos apresentar nossas perspectivas sobre essas vidas corajosas e o importante trabalho desses homens extraordinários, mas neste momento, nós pedimos que representantes da mídia permitam à família alguma paz para lidar com privacidade com o que aconteceu com nosso amado Dom.

Pedimos atenção para esse financiamento coletivo emergencial para as famílias.

Sian Phillips (irmã de Dom)

Gareth Phillips (irmão)

Paul Sherwood (parceiro de Sian)

Helen Davies (cunhada)

Domonique Davies (sobrinha)

Rhiannon Davies (sobrinha)"

Assassinato

Alexandre Fontes, superintendente da Polícia Federal do Amazonas, confirmou o assassinato da dupla pelo pescador "Pelado", Amarildo da Costa Oliveira, na noite da última quarta-feira, 15. 

Amarildo confirmou ter esquarterjado e enterrado Dom Phillips e Bruno Araújo. Ele negou ter atirado na dupla, mas afirmou ter recebido os corpos queimados, de maneira que que foi capaz de reconhecê-los.

A PF do Amazonas, com Amarildo em embarcação, subiu o rio Itaquaí, percorrido por Bruno e Dom no trajeto entre São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte, Amazonas, para que o suspeito indicasse o local de enterro dos corpos. Os restos mortais foram encaminhados para perícia em brasília. 

Os restos mortais foram localizados a 3,1km de distância dos pertences de ambos, como uma mochila de Dom submersa amarrada junto a uma árvore e roupas, calçados e um documento de Bruno, localizados no domingo, 12.