Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira

Família de jornalista desaparecido na Amazônia implora ajuda ao governo

Jornalista inglês Dom Phillips e indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira estão desaparecidos na Amazônia

Luisa Alves, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/06/2022, às 19h55

Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira - Divulgação/Twitter e Funai
Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira - Divulgação/Twitter e Funai

Após o desaparecimento do indigenista brasileiro Bruno AraújoPereira, e do inglês colaborador do jornal 'The Guardian', Dom Phillips, durante expedição, a família do jornalista se pronunciou nas redes sociais implorando ao governo brasileiro para a priorização da busca.

A família do jornalista Dom Phillips, que há mais de 15 anos realiza reportagens sobre o Brasil, utilizou o Twitter para implorar ao governo brasileiro que priorize as bucas pelos desaparecidos. Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira estão desaparecidos há mais de um dia no rio Itaquaí.

Em uma expedição para visitar a equipe de Vigilância Indígena que se encontra próxima à localidade chamada Lago do Jaburu, eles navegavam perto do município de Atalaia do Norte, no Amazonas. 

“Imploramos às autoridades brasileiras que enviem a Força Nacional, a Polícia Federal e todos os poderes à sua disposição para encontrar nosso querido Dom”, escreveu Paul Sherwood, um cunhado de Phillips. “Ele ama o Brasil e dedicou sua carreira à cobertura da floresta amazônica. Entendemos que o tempo é essencial, então, por favor, encontre nosso Dom o mais rápido possível”, tweetou a família.

O governo federal informou que montou uma força-tarefa que será integrada por agentes da Polícia Federal, oficiais da Marinha e do Exército, bombeiros, servidores da Funai, Defesa Civil e Força Nacional de Segurança. A equipe atuará no município de Tabatinga para encontrar os desaparecidos. As informações são do site O Globo.

Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira, desapareceram na região do Vale do Javari, no Amazonas enquanto faziam o trajeto entre a comunidade ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte. A embaixada britânica em Brasília informou ofecer apoio aos familiares do jornalista, além de acompanhar as buscas e fazer contato com as autoridades brasileiras. 

O Ministério Público Federal no Amazonas acionou a Marinha do Brasil, que fará buscas na região por meio do Comando de Operações Navais. O MPF também acionou a Polícia Federal, a Polícia Civil, a Força Nacional e a Frente de Proteção Etnoambiental Vale do Javari, como informou em nota. Também comunicou que um procedimento administrativo foi instaurado hoje para apurar os desaparecimentos.

Indigenista da Funai, Bruno AraújoPereira, era constantemente ameaçado por invasores da região indígena, como garimpeiros, pescadores e madeireiros. Ao Globo, um membro da Funai que preferiu não ser identificado, relatou que um grupo armado se aproximou e os ameaçou. Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira, estavam em um acampamento na margem de um rio participando de uma vigilância na terra indígena

Busca pela manhã

Três servidores da Funai e dois agentes da Força Nacional de Segurança realizaram nessa manhã, uma operação de busca fluvial com embarcações, a partir da base de vigilância da Funai no rio Ituí, mas ainda não encontraram sinais dos desaparecidos. 

Outra busca, por integrantes da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), ocorreu na manhã de ontem, mas também sem sucesso.