Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Leandro Bossi

Família de Leandro Bossi, menino desaparecido por 29 anos, nunca perdeu a esperança

Mesmo após 29 anos do desaparecimento, família fazia festinhas em lembrança do menino; o caso foi solucionado nesta sexta-feira, 10

Redação Publicado em 10/06/2022, às 19h25

Leandro Bossi - Divulgação/Arquivo pessoal
Leandro Bossi - Divulgação/Arquivo pessoal

Com faixas e por meio de protestos, João Bossi passou 29 anos procurando incansavelmente seu filho, Leandro Bossi, desaparecido em 1992 . O garoto teve sua ossada localizada pela polícia de Guaratuba recentemente, após confirmação pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná, nessa sexta-feira,10. Mesmo após os 11 mil dias de desaparecimento, a família do garoto não desistiu de procurar justiça. 

Em  2021, foi ao ar a série 'Casa Evandro', que em um de seus episódios narra o desaparecimento de Leandro Bossi, a qual, repercutiu trazendo à tona, assim como o Podcast 'Projetos Humanos', o nome do garoto que, até então, passava despercebido. 

Em 29 anos de busca, o falecido João Bossi, pai do menino, foi quem procurou justiça com maior esforço. Pai de outros 4 filhos e também padrasto de uma, o homem esforçava-se para cobrar os órgãos de segurança do Paraná por resposta. Na cidade de Guaratuba, Leandro é a única criança com menos de 12 anos perdida e nunca encontrada.

João cobrava do SICRIDE (Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas), a busca constante por seu filho. As informações são do JB Litoral. 

A família criou o "tuitaço", ação nas redes sociais para continuar chamando a atenção das autoridades. Lucas, irmão de Leandro, promoveu a iniciativa que movimentou muitas pessoas. 

"O intuito do movimento é chamar a atenção, causando uma crise de imagem aos órgãos responsáveis em suas redes sociais, até que nos tragam as respostas certas. O tempo mostrou que prender sete pessoas inocentes, por uma crença em conto de bruxaria e magia negra, não trouxeram de volta o meu irmão, Leandro Bossi, bem como nenhuma outra criança desaparecida no Paraná", declarou Lucas Bossi ao JB Litoral em 2021.

O irmão, também contou em entrevista o vazio enfrentado pela família, por nunca ter tido respostas sobre o caso: "É muito emocionante como a gente relembra. Passar todos esses anos e conviver com a falta de alguém da sua família. Quando você não tem uma resposta, simplesmente fica uma lacuna, sempre está faltando alguma coisa".

Festas para comemorar o aniversário

Após o desaparecimento de Leandro, em todos os 29 anos seguintes, a família fez festas de aniversário para o menino de 7 anos, em sua lembrança. 

O Leandro nunca teve uma festa de aniversário, mas depois que isso [o desaparecimento] aconteceu, como uma forma de lembrar da memória dele, por muitos anos, meu pai e meus irmãos, nós fizemos festinha para comemorar o aniversário dele, isso machuca demais. Porque o mês de fevereiro está ali, em uma semana o aniversário dele, e na outra o sumiço dele", contou Lucas à JB Litoral.