Notícias » Estados Unidos

Família de Martin Luther King reivindica reforma eleitoral nos Estados Unidos

Os familiares do ativista se juntaram a manifestantes de Washington na última segunda-feira, 17

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/01/2022, às 15h08

Martin Luther King III em uma manifestação em 2018
Martin Luther King III em uma manifestação em 2018 - Getty Images

Os familiares de Martin Luther King Jr. se juntaram a manifestantes em Washington, nos Estados Unidos, durante o feriado em homenagem ao ativista dos direitos civis que ocorreu na última segunda-feira, 17, para pedir uma reforma eleitoral no país.

Martin Luther King III, filho do líder político, apontou, durante a manifestação, que diversos estados “aprovaram leis que dificultam o voto” apenas meio século após os atos promovidos por seu pai. As informações são da AFP.

A passeata buscava promover a Lei de Liberdade para Votar, em curso no Senado, tendo sido aprovada na Câmara dos Representantes na última semana. O projeto de lei, no entanto, está sendo negociado por Joe Biden com dois senadores do Partido Democrata.

Os ativistas presentes na Caminhada pela Paz, ainda de acordo com a AFP, teriam ecoado demandas feitas pelo próprio Martin Luther King Jr. há mais de seis décadas, gritando: “O que queremos? Direito ao voto! Quando queremos? Agora!”