Notícias » Argentina

Família de turistas encontra fósseis impressionantes de animal gigante em praia da Argentina

A surpreendente descoberta aconteceu na região do balneário de Monte Hermoso, em Buenos Aires

Fabio Previdelli Publicado em 09/01/2020, às 14h30

Família de turistas encontra fósseis de animal gigante em praia da Argentina
Família de turistas encontra fósseis de animal gigante em praia da Argentina - Museu Vicente Dimartino de Monte Hermoso

Uma série de fósseis pertencentes a um animal da megafauna com idade entre 10 mil e 25 mil anos foi encontrada por uma família de turistas em uma região do balneário de Monte Hermoso, em Buenos Aires.

“Uma família de Coronel Suaréz entrou no museu para avisar sobre a descoberta e, aproveitando a maré baixa, uma equipe foi remover os ossos que estavam dentro das rochas, então agora continuaremos com as tarefas de limpeza e preparação”, informou a diretora do Museu Vicente Dimartino de Monte Hermoso, Natalia Sánchez, ao portal Telam.

Parte de um fóssil sedimentado em uma rocha / Crédito: Museu Vicente Dimartino de Monte Hermoso

 

Natalia ainda disse que “depois que as peças estiverem prontas, elas serão classificadas, já que, no momento, elas estão muito profundas no sedimento”. A diretora também relatou que os fósseis são principalmente “mandíbulas, mas que ainda não é possível ver a parte mastigável, o que nos daria uma pista para identificar a que espécie pertence”.

Os fósseis foram localizados a cerca de três quilômetros do centro de Monte Hermoso, em direção ao setor do Complexo Americano. “Pegamos cinco blocos, fragmentos diferentes, Inclusive, em um único bloco temos dois restos diferentes”, declarou Sánchez.

Ela disse que a família havia decido à praia para caminhar entre as rochas e observar caracóis e caranguejos, uma fauna diferente daquela vista na praia central. Segundo Natalia, foi durante este trajeto que “a maré removeu parte da areia e deixou o sedimento exposto ao ar livre, o que não é tão comum de se ver. Foi aí que os restos foram vistos”.

Equipe retirando partes de rochas do local / Crédito: Museu Vicente Dimartino de Monte Hermoso

 

“Eles são remanescentes dos megamamíferos que datam entre 10 mil e 25 mil anos. Eles são chamados assim, pois são parecidos com os que aparecem no filme A Era do Gelo”, acrescentou. “Depois de diferentes estudos, saberemos quais são as espécies”.

As redes sociais do Museu agradeceram Virginia Schamberger, seu marido e seu filho por “agirem de maneira correta e não tentarem extrai-lo, notificando a área responsável”.