Notícias » Brasil

Família denuncia violência de PM e tem casa alvejada por tiros dias depois

Caso aconteceu em Santo André (SP); entenda!

Fabio Previdelli Publicado em 31/08/2021, às 12h39

Vídeo registra o momento
Vídeo registra o momento - Divulgação/YouTube/CNN

Na madrugada da última sexta-feira, 27, uma família de Santo André denunciou a violência com que a Polícia Militar (PM) abordou e imobilizou um de seus parentes. O rapaz foi paralisado com uma arma de choque.  

Com os outros familiares tentando protegê-lo, houve um princípio de confusão. Imagens amadoras feitas por vizinhos mostram os agentes de segurança agredindo os civis durante a abordagem, segundo informa o UOL.  

As gravações foram encaminhadas para os superiores da PM e a corporação decidiu divulgar as imagens para uma maior transparência.

Com elas, o comando local também relatou que os policiais que participaram da abordagem alegaram que foram alvo de desacato e também foram agredidos. O motivo pelo qual se deu a imobilização do civil não foi divulgado.  

Com isso, ainda na sexta-feira, a corporação anunciou que instaurou um inquérito para apurar a denúncia e informou que os policiais envolvidos no caso foram afastados. Mas as coisas não pararam por aí. 

Segundo relatou o UOL, na madrugada da última segunda-feira, 30, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) confirmou que a família que denunciou os PMs teve a casa alvejada por tiros.  

O órgão não confirmou quantos disparados foram dados no imóvel, mas informou que todos os moradores do local estão bem. Assim, a SSP registrou o caso como ameaça e disparo de arma de fogo. Um residente foi ouvido por agentes e uma perícia foi realizada na residência.