Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Família não-vacinada morre de Covid-19 na Itália

Com cinco membros, todos acima dos 50 anos de idade, a família contraiu o vírus em dezembro e estava sob cuidados médicos

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 05/02/2022, às 12h30

Imagem meramente ilustrativa - Getty Images
Imagem meramente ilustrativa - Getty Images

No primeiro dia de fevereiro, a Itália implementou uma medida que obriga toda a população com mais de 50 anos a se vacinar. Ainda assim, mais de um milhão de italianos nessa faixa etária não tomaram a primeira dose. Entre o grupo, estava uma família cujo cinco membros faleceram por complicações da Covid-19.

Na pequena cidade de Pietraperzia, a família começou a apresentar sintomas pouco antes do Natal e o primeiro a falecer foi o pai, de 81 anos, ainda em casa. Depois disso, todos foram levados ao hospital e, na última quinta-feira, 3, as duas últimas pessoas, a mãe, de 78 anos, e uma das filhas, de 52, faleceram sob cuidados médicos.

Uma das netas do casal, Noemi, com apenas 25 anos, expressou sua tristeza após esta tragédia, como repercutiram o portal de notícias UOL, e confirmou que nenhum deles havia sido vacinado contra o coronavírus, por medo.

Estamos devastados, perdemos tudo. Eles não quiseram se vacinar porque tinham medo e disseram que conheciam gente que teve graves consequências da vacina, por isso, não quiseram tomar."

Chamando o falecimento desta família de “tragédia que atingiu toda a comunidade pietrina”, o prefeito de Pietraperzia, Salvuccio Messina, também compartilhou seus sentimentos, incluindo a raiva do vírus, e lamentações, além de unir-se ao sofrimento experienciado pelos familiares das cinco vítimas.

Uma família inteira exterminada por esse maldito vírus, que infelizmente é raivoso. O prefeito e a administração municipal se unem à intensa dor que atingiu os parentes pela perda de seus amados familiares", afirmou Messina.