Notícias » Estados Unidos

FBI indica que cientista chinesa fugitiva estaria no consulado na Califórnia

A denúncia faz parte de uma investigação federal no país que busca cientistas em situação ilegal

Caio Tortamano Publicado em 23/07/2020, às 14h01

Fachada do suposto esconderijo da chinesa em São Francisco
Fachada do suposto esconderijo da chinesa em São Francisco - Divulgação - Google

Depois do fechamento forçado do consulado chinês em Houston, no Texas, as tensões entre China e Estados Unidos voltaram a causar polêmica. Agora, outra situação diplomática cria atrito entre as duas nações. Autoridades americanas acreditam que uma cientista chinesa foragida esteja se escondendo no consulado do país asiático em São Francisco, na Califórnia. As informações são da CNN.

Tang Juan, a cientista no centro da confusão, teria fraudado o visto de entrada no país. Segundo promotores federais, Juan negou sua ligação com as forças armadas para conseguir entrar nos EUA, e agora estaria se refugiando no consulado de seu país natal.

O caso, que envolveu o FBI, teve início no final do mês passado, quando agentes descobriram fotografias da mulher em uniformes do Exército de Libertação do Povo da China, trabalhando como pesquisadora na Quarta Universidade Médica Militar, de acordo com informações obtidas pela CNN.

Buscas na residência da chinesa supostamente levaram os investigadores a “mais evidências da afiliação de Tang ao Exército”. Além dela, uma denúncia criminal ainda relata outros diversos cientistas chineses em solo americano, todos com declarações falsas sobre seus verdadeiros empregos.