Notícias » Estados Unidos

FBI prende homem que roubava manuscritos de autores famosos

Entre as vítimas do misterioso esquema criminoso, estava a escritora Margaret Atwood, de 'The Handmaid's Tale'

Penélope Coelho Publicado em 06/01/2022, às 14h57

Imagem ilustrativa de livros e Margaret Atwood
Imagem ilustrativa de livros e Margaret Atwood - Divulgação/Pixabay/LubosHouska / Getty Images

Nesta quinta-feira, 6, foi divulgada a informação de que o FBI desvendou um mistério que intriga a indústria literária internacional há pelo menos cinco anos.

Tudo se deu com a prisão do italiano Filippo Bernardini, o homem de 29 anos foi detido em Nova York, nos EUA. Ele é acusado de ser o líder de um esquema fraudulento de roubo de manuscritos de famosos escritores, desde 2016. 

De acordo com informações publicadas pelo jornal O Globo, o italiano criou pelo menos 160 e-mails falsos, com isso, ele entrava em contato com agentes literários e editores, e mentindo conseguia receber textos ainda não publicados. Entre as vítimas estão famosos escritores como Margaret Atwood, de ‘O Conto de Aia’ e Sally Rooney, autora de ‘Pessoas Normais’.

O que deixou a polícia ainda mais intrigada foi o fato de Bernardini não publicar nenhum dos textos originais, aos quais teve acesso através de suas mentiras. As investigações apontam que o italiano tinha o homem de obter informações com objetivo de fechar acordos de filmes e programas, antes de outros profissionais do ramo televisivo.

Segundo revelado na reportagem, antes de ser preso, o homem trabalhava em uma editora da Inglaterra. A empresa, por sua vez, se mostrou chocada com os crimes do ex-funcionário e negou ter conhecimento do caso.