Notícias » América

Ferramentas encontradas no Idaho indicam ocupação humana da América do Norte mil anos antes do que se achava

Nova comprovação da presença humana na América antes da consolidação da ponte de Bering fortalece teoria da ocupação americana por barcos no Pacífico

André Nogueira Publicado em 30/08/2019, às 07h50

None
- Reprodução

Foram desenterradas ferramentas líticas, além de outros artefatos, numa escavação em Cooper’s Ferry, Idaho (EUA), que sugerem que a habitação da região já estava fundamentada há 16.000 anos, mais de mil anos antes do que se achava. Os achados são considerados os mais antigos da América do Norte.

A inovadora escavação reforça a hipótese da ocupação da América pelas rotas marítimas do Pacífico, ao invés da famosa e ultrapassada Teoria de Bering.

Possível rota migratória de interiorização / Crédito: Reprodução

 

"O local da Balsa de Cooper está localizado ao longo do rio Salmon, que é um afluente da bacia do rio Columbia. Os primeiros povos que se deslocavam para o sul ao longo da costa do Pacífico teriam encontrado o rio Columbia como o primeiro local abaixo das geleiras, onde poderiam caminhar e caminhar facilmente remar para a América do Norte", disse Loren Davis, professora de antropologia da Universidade Estadual do Oregon

O sítio inclui duas áreas de escavação; as descobertas publicadas são sobre artefatos encontrados na área A, superior. Na parte inferior dessa área, os pesquisadores descobriram várias centenas de artefatos, incluindo ferramentas de pedra, carvão, rocha rachada pelo fogo e fragmentos ósseos prováveis de animais de médio a grande porte. Também há evidencias de uma estação de processamento de alimentos pré-histórica.

Ferramentas paleolíticas de Cooper’s Ferry / Crédito: Univ. Oregon

 

Em contramão à Teoria Clóvis, Davis afirma que "Agora temos boas evidências de que as pessoas estavam em Idaho antes da abertura do corredor. Essa evidência nos leva a concluir que os primeiros povos se mudaram para o sul das camadas continentais de gelo ao longo da costa do Pacífico".