Notícias » Personagem

Filha de Bruce Lee comenta polêmicas criadas por filme de Tarantino

"Estou cansada de homens brancos em Hollywood tentando me dizer quem era Bruce Lee", afirmou Shannon Lee, em entrevista

Pamela Malva Publicado em 07/07/2021, às 17h00

Fotografia de Shannon Lee e Bruce Lee
Fotografia de Shannon Lee e Bruce Lee - Getty Images/ Domínio Público/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Em 2019, o cineasta Quentin Tarantino lançou seu mais recente filme, “Era Uma Vez em… Hollywood”, que narra a história do astro Rick Dalton. O longa, contudo, gerou diversas polêmicas, principalmente com relação às cenas que representam Bruce Lee.

Acontece que toda a família do ator, principalmente sua filha, Shannon Lee, ficaram bastante insatisfeitos com uma cena específica do filme. Trata-se de um momento no longa em que Bruce Lee é zombado pelo dublê Cliff Booth (interpretado por Brad Pitt), depois que ele foi desafiado para um combate, segundo a Rolling Stone.

Em entrevista ao THR, Shannon Lee afirmou que seu pai não foi representado da forma mais fiel possível durante o longa. Ainda mais, ela disse estar farta de ouvir que Bruce Lee não era um lutador de artes marciais, sendo que, segundo ela, o ator viva para praticar, estudar e desenvolver as próprias técnicas de combate.

Embora esteja grata que o Sr. Tarantino reconheceu tão generosamente a Joe Rogan que eu posso ter meus sentimentos sobre sua representação de meu pai, eu também sou grata pela oportunidade de expressar isto: estou cansada pra c*ralho de homens brancos em Hollywood tentando me dizer quem era Bruce Lee”, comentou Shannon.

Afirmando que seu pai era um homem norte-americano nascido em São Francisco, a filha do ator também fez questão de negar diversos boatos sobre Bruce Lee. Segundo Shannon, ele era um ótimo dublê e não brigava com as pessoas com frequência.

"Sr. Tarantino, você não precisa gostar do Bruce Lee. Realmente não me importo se você gosta dele ou não. Você fez o seu filme e agora, claramente, você está promovendo um livro”, pontuou a filha do ator. “Mas pelo interesse de respeitar outras culturas e experiências que você talvez não entenda, encorajaria você a evitar fazer mais comentários sobre Bruce Lee e reconsiderar o impacto de suas palavras em um mundo que não precisa de mais conflitos e menos heróis culturais.”